Pular para o conteúdo principal

Argentina de novo - Dessa vez a trabalho!

Buenos Aires, Julho de 2016

Ainda em Tiradentes recebi ligação da chefia informando que eu teria que fazer uma viagem de última hora para auxiliar num projeto da empresa onde trabalho. O destino era a Argentina, lugar onde muito recentemente havíamos passado parte das nossas últimas férias quatro meses antes. Com a urgência, tive que agitar os tramites de viagem enquanto ainda estávamos de folga em Minas.

Durante essa viagem eu passaria por duas cidades. O primeiro dia seria na capital Buenos Aires onde estive a passeio em outras duas ocasiões. Na sequencia, eu partiria para Córdoba, cidade que ainda não conhecia, e onde passaria mais seis dias.

Para mim uma experiência nova pois as vezes que viajei pra fora a trabalho anteriormente havia sido para participar de treinamentos como foi o caso da viagem ao Texas em 2014 e a Bogotá em 2015. Essa seria a primeira vez que eu estaria envolvido em um projeto em outro país.

Apesar disso, não pretendo falar aqui de trabalho e sim registrar um pouquinho do que foi possível ver e experimentar no curto tempo livre dessa semaninha de trabalho na Argentina, a começar pela chegada em Buenos Aires!

Na 9 de Julho em Buenos Aires, o "novo" monumento B A e o velho Obelisco
Em BA fiquei hospedado no Hotel Sheraton Libertador na Avenida Córdoba, bem no centro da cidade, muito próximo a famosa e movimentada Calle Florida, um dos principais centros comerciais da capital argentina. Na hora do meu almoço aproveitei para dar uma passadinha lá pra ver se tudo se mantinha em ordem rsrs

Também fui até o Obelisco na Av 9 de Julio onde encontrei um novo monumento: Um B de Buenos e um A de Aires em tamanho família feitos em armações cobertas de plantas verdes. Dá última vez que eu havia pisado ali em 2013 esse monumento ainda não existia.

Calle Florida com seu grande movimento de pessoas e as bandeirinhas da Argentina
Na Calle Florida, onde eu também não passava desde 2013 notei bandeirinhas argentinas penduradas ao longo do extenso passeio público... não me lembro delas em 2013... Enfim, quanto a movimentação e vivacidade da Calle Florida essas se mantém sempre!

Destaque da loja do Boca Juniors na Calle Florida
El Ateneo Grand Splendid

Com tudo resolvido em Buenos Aires e algumas poucas horas antes de pegar o voo para Córdoba fui conhecer livraria El Ateneo Grand Splendid que fica na Avenida Santa Fé. O edifício histórico onde hoje funciona a livraria foi, há quase um século atrás, um teatro chamado Grand Splendid e depois tornou-se um cinema. Já nos anos 2000 a livraria El Ateneo converteu o espaço em uma grande loja de livros.

Eu na El Ateneo Grand Splendid

El Ateneo Grand Splendid
Realmente o nome Grand Splendid se justifica! O espaço é verdadeiramente fantástico e a combinação teatro-livraria é perfeita! O conceituado jornal The Guardian da Inglaterra elegeu a El Ateneo Grand Splendid uma das 12 mais bonitas lojas de livros em todo o mundo!

El Ateneo Grand Splendid
Afrescos - El Ateneo Grand Splendid
Nos próximos posts tem mais Argentina! Falarei sobre Córdoba e sobre uma nova parada em Buenos Aires já no caminho de volta pro Brasil.

Abcs

Renato Vieira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vinícolas em Santiago: Viña Aquitania

Santiago, Abril de 2015

A Viña Aquitania foi a segunda vinícola que conhecemos em Santiago. Assim como a Concha y Toro, fica bem afastada do centro da cidade mas pode ser acessada com certa facilidade com a combinação metrô e táxi. A estação mais próxima da Viña Aquitania é a estação Quilin, na ruta verde do metrô santiaguino.
Diferente da Concha y Toro, a Viña Aquitania é pequena e desconhecida até mesmo para muitos chilenos. O primeiro taxista que pedimos pra nos levar lá nem sabia da existência dessa vinícola. Fundada por enólogos franceses da região de Bordeaux, a Aquitania produz somente vinhos Reserva e vinhos Premium e tem produção limitada tendo como foco sempre a qualidade ao invés da popularidade e produção em massa. Ainda assim, a maior parte da pequena produção é exportada para países na Europa e para os Estados Unidos. Descobri a Viña Aquitania quando pedi dicas do Chile a Madu, uma colega de trabalho, que também gosta de vinhos e tinha visitado essa casa durante uma via…

Vulcões Lanin e Villarica - Viagem a Pucón

Junin de los Andes e Pucón, Abril de 2016

Neste post vou comentar e mostrar algumas imagens de um dos passeios mais legais que fizemos nessa viagem! Saímos de San Martín de los Andes com a Lanín Turismo com destino a cidade de Púcon, no Chile, distante cerca de 190km. No percurso adentraríamos o Parque Nacional Lanín onde teríamos a oportunidade de visualizar um vulcão que leva o mesmo nome do parque. Já em Pucón, avistaríamos outro vulcão, dessa vez o Villarica!
O passeio com a Lanin Turismo começou bem cedinho. Ainda estava escuro quando eles nos buscaram na nossa cabana em San Martin. Assim como o passeio que fizemos ao Cerro Tronador ainda em Bariloche, ficaríamos o dia inteiro fora... Dessa vez com o agravante de que faríamos uma travessia de fronteira para o Chile e este país restringe a entrada de alimentos com os turistas vindo da Argentina...

Assim, tínhamos que montar uma logística boa para manter a Amandinha bem alimentada sem chegar com alimentos na aduana chilena. Graças …

A busca pelo peixe perfeito em Pipa

Pipa-RN, Maio de 2016

Já nos últimos dias de Argentina pensávamos bastante na nossa volta ao Brasil e principalmente na  nossa chegada ao Nordeste... Pensávamos em o quanto seria gostoso poder comer um bom peixe de água salgada depois de quase duas semanas comendo carne vermelha... Desde o nosso primeiro dia em Pipa fomos então a busca desse tão desejado peixe e graças a Deus a oferta era tão grande quanto a nossa vontade! :) Encontramos alguns muito bons, outros normais mas apenas um PERFEITO! Importante é que terminamos nosso período em Pipa realizados nesse quesito! Para registro, aqui vão dois lugares onde comemos um bom peixe por lá:


Caxangá - Esse restaurante fica bem na praia e serve uma variedade de pratos para além do nosso desejado peixe! Bem tradicional em Pipa, o restaurante faz questão de anunciar através de plaquinhas os nomes de famosos que já comeram por ali... Por ligar muito pra isso (para não dizer o contrário) no momento em que estou escrevendo esse post s…

Um fim de semana frio e animado em Teresópolis

Teresópolis, Julho de 2016

No primeiro final de semana de Julho conseguimos dar uma escapada da rotina e subir a serra em direção a Teresópolis! Era inverno, a estação do ano que eu particularmente mais gosto, e aproveitaríamos um tempinho curto em Terê onde o frio costuma marcar presença nessa época...  Era a primeira vez da Amandinha por lá....Bea e eu já tínhamos ido juntos poucos anos atrás antes da Amandinha nascer...
Chegamos em Teresópolis por volta das 20hs de uma sexta-feira e fomos recebidos com bastante frio! Quando passamos pela Av Oliveira Botelho, a principal do Bairro Alto, os termômetros já marcavam surpreendentes 7°C!

Ficamos hospedados numa casa no bairro Golfe que é um tanto afastado do centro e mais próximo de uma região de mata. Depois de nos instalar, ainda aproveitamos o restinho de noite e saímos para saborear um rodízio de fondue no restaurante Índalo! Primeira rodada fondue de queijo, depois carne e por último fondue de chocolate! Pronto! Já tínhamos arma…

Primeiros passos em El Calafate

Voo Ushuaia x El Calafate

A próxima cidade do meu roteiro era El Calafate. No dia 9-2-2013 pela manhã fiz check-out no Freestyle e parti pro Aeropuerto Internacional de Ushuaia Malvinas Argentinas. Antes de voar ainda tirei várias fotos nesse aeroporto que, já comentei aqui, é muito a cara de Ushuaia: Pequeno, maneiro e amadeirado! rs




O Aeroporto de Ushuaia é administrado pela London Supply o que, na prática, significa que a taxa de embarque deve ser paga separadamente depois do check-in. O voo até El Calafate foi pela Aerolíneas Argentinas e durou cerca de 1h40min.



Já em Calafate, fui do aeroporto até a cidade num transfer oferecido pelo albergue. No final das contas, acabei descobrindo que havia opções mais baratas. O macete é agendar uma vaga na van da Ves Patagônia. Custa AR$ 40 (R$17).


No caminho entre Aeroporto e cidade tive um choque! Não havia nada...  Apenas um deserto e uma estrada. Chegando na área habitada, percebi que El Calafate é bem pequena. Assim como Ushuaia, Calafa…