Pular para o conteúdo principal

Passeio de Maria-Fumaça de Tiradentes para São João del Rei

Tiradentes, Julho de 2016

Seis dias em Tiradentes era tempo suficiente para conhecer os principais pontos turísticos da cidade, descansar um pouco e ainda fazer um dos passeios mais icônicos da região que é a viagem a bordo da mais antiga Maria Fumaça em funcionamento no Brasil para a vizinha e também histórica, cidade de São João del Rei. A linha, que tem apenas 12km é parte da extinta Estrada de Ferro do Oeste de Minas, fundada ainda na época do Brasil Império em 1881.

Família Maria-fumaça em Tiradentes
A chegada do antigo trem a vapor à Estação de Tiradentes em si já atrai curiosos. O som de seu apito pode ser ouvido de longe e as pessoas se aglomeram para ver a virada da locomotiva na rotunda, o que possibilita o retorno do trem para São João del Rei, de onde ela vem originalmente e pra onde ela sempre volta.

Maria-fumaça em Tiradentes
Existem poucos horários de saída dessa Maria-Fumaça e o passeio também não ocorre todos os dias. Normalmente as viagens no trem à vapor ocorrem nas sextas, sábados, domingos e feriados com dois horários de partida de cada ponta (São João del Rei e Tiradentes) sendo um pela manhã e outro a tarde. Ideal é verificar antes os dias e horários com a pousada ou diretamente no site da empresa que administra o trem turístico.  

Só zoeira na janela do trem rs
Quando tentamos fazer o passeio pela primeira vez a procura era tanta que quando chegou minha vez na bilheteria só havia lugares disponíveis para a saída da tarde e estávamos na verdade interessados em embarcar na viagem da manhã que ocorreria as 10AM. Com isso, acabamos somente assistindo a chegada e saída do trem e compramos os bilhetes com antecedência para a manhã do dia seguinte.

Amandinha e eu dentro da Maria-Fumaça em Tiradentes


O trecho de linha férrea entre Tiradentes e São João del Rei é percorrido em baixa velocidade o que proporciona tempo suficiente para curtir o passeio admirando a paisagem, casas antigas, fazendas e mata que cruzamos pelo caminho.

Nosso trem em viagem
Terminada a viagem de Maria-Fumaça, chegamos em São João del Rei que, para minha surpresa, se mostrou uma cidade muito maior do que Tiradentes! Talvez por não ter pesquisado antes, achei que São João del Rei se resumisse a um centro histórico assim como a vizinha Tiradentes.

Amandinha correndo R Getúlio Vargas - São João del Rei. Ao fundo Igreja Nossa Sra do Rosário
Na verdade, além de também possuir um riquíssimo centro histórico, São João del Rei também tem sua parte moderna e acaba funcionando como um grande centro de abastecimento da vizinha Tiradentes. É em São João que estão os grandes supermercados, lojas de eletrodomésticos e outros pontos comerciais que atendem a demanda da região.

Ainda correndo, passando pelo Solar dos Neves em direção a Rua das Casas Tortas
O nosso interesse entretanto era explorar a parte histórica de São João del Rei e pra lá fomos juntamente com um grupo de turistas e um guia local que nos conduzia enquanto mostrava as principais construções e contava suas histórias. Igrejas, ouro, arquitetura barroca... Essa cidade tem muita história e certamente não ousarei resumi-la aqui neste blog. Fica aqui apenas minha recomendação de fazer uma visita a São João del Rei caso esteja passando alguns dias em Tiradentes!

Abcs

Renato Vieira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vinícolas em Santiago: Viña Aquitania

Santiago, Abril de 2015

A Viña Aquitania foi a segunda vinícola que conhecemos em Santiago. Assim como a Concha y Toro, fica bem afastada do centro da cidade mas pode ser acessada com certa facilidade com a combinação metrô e táxi. A estação mais próxima da Viña Aquitania é a estação Quilin, na ruta verde do metrô santiaguino.
Diferente da Concha y Toro, a Viña Aquitania é pequena e desconhecida até mesmo para muitos chilenos. O primeiro taxista que pedimos pra nos levar lá nem sabia da existência dessa vinícola. Fundada por enólogos franceses da região de Bordeaux, a Aquitania produz somente vinhos Reserva e vinhos Premium e tem produção limitada tendo como foco sempre a qualidade ao invés da popularidade e produção em massa. Ainda assim, a maior parte da pequena produção é exportada para países na Europa e para os Estados Unidos. Descobri a Viña Aquitania quando pedi dicas do Chile a Madu, uma colega de trabalho, que também gosta de vinhos e tinha visitado essa casa durante uma via…

Uma tarde em Colonia del Sacramento - Uruguai

Buenos Aires / Colonia del Sacramento, 15 de Fevereiro de 2013

Colonia del Sacramento. Esse é o nome da cidadezinha uruguaia distante 1 hora de Buenos Aires pelo Rio de la Plata, navegando no Catamarã rápido da Buquebus. Na verdade existem outras companhias de barco que fazem essa rota como a Colônia Express, por exemplo. Escolhi a Buquebus que é a maior e mais popular. A proximidade com Buenos Aires e o fato de Colonia ser bem pequena, favorecem e viabilizam um bate-volta no mesmo dia. Decidi chegar lá no Uruguai na hora do almoço e voltar a noite.
A passagem comprei pela internet ainda no Brasil. Existem promoções pra quem volta no mesmo dia. Apesar de sermos todos "hermanos", achei o processo de emigração e imigração no terminal do Buquebus bem sério. Entrei num guichê onde um oficial portuário argentino carimbou minha saída do país e, logo em seguida, na cadeira ao lado, um oficial portuário uruguaio me fez perguntas simples e carimbou minha permissão de entrada no Urugu…

Pinguinera - Ilha Martillo - Ushuaia

Quando saímos do porto de Ushuaia ontem depois do passeio de barco pelo Canal Beagle, Simona e Inbal me disseram que tinham planos de ir até a Laguna del Caminante no dia seguinte, bem cedo, hitchhiking, ou seja, pedindo carona para desconhecidos na estrada. Apesar de admirar muito esse espírito aventureiro delas, falei que talvez não fosse até porque poderia atrasá-las já que na minha cabeça dar carona pra duas meninas seria bem mais fácil do que dar carona para um marmanjo. Peguei o contato delas, nos despedimos e fui pro albergue ver o que faria no dia seguinte.
Ushuaia, Tierra del Fuego, 6 de Fevereiro de 2013

Decidi visitar a Ilha Martillo (nome visto nos mapas) ou Ilha Yécapasela nome original indígena. De especial nessa ilha, nada mais nada menos que uma colônia gigante de pinguins! Assim como os leões marinhos de ontem, pinguins são outros animais míticos para nós brasileiros que, desde a nossa infância, só os vemos pela TV! Nesse passeio, finalmente, teria a oportunidade de …

A busca pelo peixe perfeito em Pipa

Pipa-RN, Maio de 2016

Já nos últimos dias de Argentina pensávamos bastante na nossa volta ao Brasil e principalmente na  nossa chegada ao Nordeste... Pensávamos em o quanto seria gostoso poder comer um bom peixe de água salgada depois de quase duas semanas comendo carne vermelha... Desde o nosso primeiro dia em Pipa fomos então a busca desse tão desejado peixe e graças a Deus a oferta era tão grande quanto a nossa vontade! :) Encontramos alguns muito bons, outros normais mas apenas um PERFEITO! Importante é que terminamos nosso período em Pipa realizados nesse quesito! Para registro, aqui vão dois lugares onde comemos um bom peixe por lá:


Caxangá - Esse restaurante fica bem na praia e serve uma variedade de pratos para além do nosso desejado peixe! Bem tradicional em Pipa, o restaurante faz questão de anunciar através de plaquinhas os nomes de famosos que já comeram por ali... Por ligar muito pra isso (para não dizer o contrário) no momento em que estou escrevendo esse post s…

Café Colombiano em Bogotá

Bogotá, Abril de 2015
Juan Valdez
A Colômbia é o terceiro maior produtor de café do mundo perdendo apenas para o Brasil e para o Vietnã.  No quesito orgulho de seu café no entanto, os colombianos são os primeiros colocados. Eles têm total fascínio pelo café nacional. Por ser uma cidade com temperaturas mais baixas e concentrar grande quantidade de empresas e prédios de departamentos públicos, Bogotá tem várias lojas de café espalhadas pela cidade que estão sempre cheias principalmente durante a manhã, após o almoço e no final de tarde. O mais legal disso tudo é que a loja de café mais popular e com mais franquias / unidades na cidade não é a americana Starbucks e sim a Juan Valdez, um coffee shop 100% colombiano que comercializa café colombiano e foi criado pela própria associação colombiana de produtores de café tendo como sua bandeira principal a valorização e divulgação do café nacional.



Demorei alguns dias para encontrar um Starbucks em Bogotá (não que estivesse procurando).…